quarta-feira, 13 de maio de 2009

Mídia impressa no meio digital

por Alexssandro Silva Lemos

http://www.redejuvenil.com.br/index.php?cod=607

A mídia impressa no meio digital possibilita várias formas de se trabalhar com texto no contexto da era digital, desenvolvendo no aluno o desejo, de criar e mostrar sua potencialidade de produções dinâmicas.

As práticas pedagógicas com o uso dos textos se torna um método mais fáceis para se trabalhar e acessíveis ao educando, onde ele possa ter liberdade para produzir seus textos apresentando: Informações, coerente e consistente de acordo com o tema sugerido pelo educador, sem erro gramatical, com bibliografias de consultas de outros textos ou site que serviram de fonte de pesquisa para ampliar suas idéias e atualizar os textos quando houver necessidade e etc.

As afirmações acima citado está relativo a validade que um texto possa ter, pois as práticas pedagogias segue a estrutura diversificada pelos links, mas não perdem o foco principal que é o contexto estrutural de uma produção textual. Tais procedimentos também podem ser utilizados no ensino da leitura e da escrita, quando o aluno vê uma imagem e seguem uma seqüência estruturada, ao relatar ele está fazendo uma leitura daquilo que vê.

As mudanças que as novas tecnologias da escrita disponibilizam pelo computador e pela internet deixa registrado no meio educativo as diversas formas de utilizar recursos atrativos que facilite a aprendizagem, esses procedimentos metodológicos desenvolvem o raciocínio lógico das crianças, promove a integração da oralidade e da escrita na internet no momento em que analisa os vídeos, os textos etc. e até a sua própria produção ou contribuição nos textos onde o autor aceita que o leitor possa fazer modificações.

Os textos impressos possuem a mesma seqüência tradicional, deixando os leitores de certa forma acomodados, sem visibilidade de outros textos e perspectiva de buscar algo novo, sendo que não mostra outros textos a serem pesquisado e lido, ficando com conhecimento reescrito, devido não apresentar outros meios dinâmicos que sensibilize os alunos a buscarem mais fontes de leituras. Porém os textos em formato eletrônico possui uma variedade de textos atrativos, vídeos, imagem e etc. em que o leitor tem uma compreensão mais significante do que vê e ler e conseqüentemente uma aprendizagem que contribuirá para seu desempenho educacional e profissional.

Sabe-se que os leitores dos hipertextos podem: ampliar as criações, acrescentar vídeos, fotos, imagem, gráficos e etc., mas não poderão assumir tal autoria, pois os autores dos hipertextos assumem a produção da escrita, apresentação do projeto do livro e organiza as sugestões dos leitores.

Portanto, as práticas pedagógicas que até alguns anos os alunos eram levados apenas a ler, interpretar, compreender, sem se quer dar sua opinião são assunto obsoleto, onde não podiam acrescentar nada, a não ser o autor que tinha esse poder de modificar ou melhorar suas produções.

Hoje se percebe outra realidade, com o uso dos hipertextos, o educador ao utilizar as tecnologias da informação e da comunicação está desenvolvendo no aluno o hábito de ler, interpretar, compreender e postar suas produções. Com a utilização das novas TICs o educador e o educando só tem a ganhar com as diversas possibilidade que elas oferece, na perspectiva de se ter futuros autores de hipertextos, dinâmicos e que possam coordenar novos leitores externos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário